Assentamento no Nordeste da Bahia, conquista o programa luz para todos e poço artesiano

Assentamento no Nordeste da Bahia, conquista o programa luz para todos e poço artesiano

O assentamento Bela Vista 03, situado no município de Tucano no Nordeste da Bahia, foi ocupado em maio de 2014, e na área reside mais de 40 famílias assentadas.

Os quase 06 anos que o assentamento Tucano e os assentados não sabem o que é luz elétrica, desde a ocupação que se faz luta em prol dessa beneficie do governo.

Por não ter energia elétrica, também não tinha água potável, as famílias passavam condições precárias por não ter água, que de certa forma não podiam potencializar a produção.

No começo do ano de 2020, o assentamento Bela Vista foi agraciado com o programa Luz para todos, criado pelo governo Lula.

No fim do mês de janeiro chegou o projeto que traz luz elétrica e novas perspectivas de vida, logo após essa conquista que exigiu muita luta, o assentamento também recebeu um poço artesiano, trazendo água para toda as famílias da área.

Cada família tinha que comprar por mês um caminhão Pipa, para garantir água para todos os afazeres domésticos, criação de animais e plantação. Cada caminhão custava entorno de 150 reais e nem todas as famílias podia pagar e era comum famílias dividir a água com quem não tinha condições.

Segundo Pedro Dantas assentado, “ as conquistas que acabamos de receber traduz nossa luta, receber energia e água, nos dá uma nova perspectiva de trabalho de luta, agora podemos produzir com tranquilidade de que não vai faltar água, podemos potencializar nossa produção e ter a certeza que nossas criações não iram morrer de sede”. Finaliza Dantas.

Para Irenilda Batista do setor LGBT do estado da Bahia, “por morarmos no semiárido, em uma região muito seca e só termos chuvas em dois períodos que é no inverno e nas trovoadas e nem sempre chega como esperamos. Este poço vai ser de suma importância não só para todas as famílias do assentamento, com a chegada da água poderemos dar andamento nos quintais produtivos e dar início a nossa horta comunitária que é um sonho a ser realizado e que foi idealizado em 2014 além disso nos tira de todos os meses de termos que comprar água para nosso próprio consumo e também para nossos animais. ” Conclui Batista.

As famílias ainda continuarão a lutar, pois segundo elas ainda há um longo caminho até que os sonhos da comunidade se realizem.

Fechar Menu