Assentamento no Norte da Bahia recebem doação de Computadores

Assentamento no Norte da Bahia recebem doação de Computadores

Por Coletivo de Comunicação do MST na Bahia

Para Voz do Movimento

Nesta manhã os companheiros e companheiras do Assentamento Nelson Mandela/MST, no município de Ponto Novo no norte baiano tiveram mais uma conquista, foram entregues 10 computadores pelo Centro Recondicionamento de Computadores (CRC), da Universidade do Vale do São Francisco (UNIVASF).

“É uma grande conquista para o assentamento Nelson Mandela. Através da luta estamos hoje desfrutando de uma grande vitória. Principalmente neste período de pandemia que vivemos no Brasil.” Diz Arcelino Neto dos Santos da Direção Estadual.

Os computadores serão uma ferramenta de aprendizagem para a juventude do assentamento. Serão utilizados para oferecer cursos de Inclusão Digital a ideia é incluir e capacitar os jovens camponeses no meio tecnológico com formações técnicas.

 luta do Movimentos dos Trabalhadores Rurais Sem Terra é por uma sociedade mais igualitária onde cada trabalhador e trabalhadora tenha oportunidades, tanto no âmbito político como no âmbito econômico e social. 

“Essa conquista nos dá uma injeção de ânimo perante essa conjuntura difícil que estamos vivendo. Sabemos o quão é importante um curso de inclusão digital para nossas áreas, para a nossa juventude, para o nosso povo. Frutos da luta que vem atender uma demanda da juventude do nosso assentamento”. Diz Naiara Santos da Direção Estadual.

“A conquista desses computadores é de suma importância para o avanço de uma educação do campo de qualidade, isso mostra que a educação campesina vem enfrentando várias barreiras, mas com a luta obtivemos muitas conquistas para enriquecê-la. É um direito da educação do campo de ter acesso as mesmas tecnologias da educação da cidade, por que isso faz parte de uma educação de qualidade para todos, e lutamos todos os dias pra que isso aconteça que é um direito nosso e dever do estado”. Diz Ruy Leite do setor de Educação da Regional.

 A reforma agraria popular é uma bandeira de luta do MST para que todos os trabalhadores tenham o acesso à terra, mas que tenha uma vida de qualidade, informação de qualidade, que também que possa acessar tecnologia de qualidade.

Fechar Menu