MST da Bahia realiza virtualmente o 33° Encontro estadual

MST da Bahia realiza virtualmente o 33° Encontro estadual

Por Coletivo de Comunicação do MST na Bahia

Para Voz do Movimento

Nesta sexta feira (26), deu-se início ao 33º Encontro Estadual do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra da Bahia.

Devido as condições que estão dadas graças ao novo corona vírus, a dinâmica da vida humana foi afetada grandemente, todas as áreas da sociedade tiveram que se adequar as novas maneiras de socialização, dentro do MST, não fora diferente.

Impossibilitados de se aglomerar e fazer as reuniões costumeiras com as companheiras e companheiros o movimento faz uso das plataformas digitais para debater, discutir as linhas políticas e tirar direcionamentos para o próximo período.

Seguindo as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS), do Governo do Estado e do nosso Setor de Saúde, e a definição política do MST em permanecer em isolamento social e quarentena produtiva, o Movimento Sem Terra da Bahia a favor da vida e do bem-estar humano, definiu realizar o encontro virtual.

A partir da organização das 10 grandes regiões da Bahia, o encontro iniciou com mais de 500 pessoas online, em tempos normais o publico seria de mais de 2.000 pessoas, mas com esse processo de alfabetização virtual, as famílias ainda estão se familiarizando com esse novo formato.

Na abertura do encontro a mística foi o elemento principal, resgatando a luta do povo do campo e toda a trajetória de resistência Sem Terra, as músicas, e todos os gritos de ordem trouxeram à tona momentos de lembrança e resgate da história. Foi presença registrada o Senador Jacques Wagner, o Deputado Federal Valmir Assunção, o Professor de Economia da Universidade Federal da Bahia (UFBA) o senhor José Sergio Gabriele, João Paulo Rodrigues da Direção nacional do MST, o ex-político, advogado e ex-ministro da casa civil, José Dirceu, Fabya Reis da Secretaria de Promoção a Igualdade Racial da Bahia, Jeronimo Rodrigues Secretário de Educação da Bahia, Vera Lucia Barbosa da secretaria de movimentos sociais do PT.

Evanido Costa da direção nacional na Bahia, diz: “ a sociedade tem vários problemas evidenciados graças a pandemia, o distanciamento social e o auto cuidado nunca foram primordiais na vida humana, sabendo disso estamos realizando esse encontro virtual, claro que é um campo novo, mas é necessário ocupar esses espaços e fazer luta. Durante esses dias, vamos debater os rumos para os próximos períodos, e se debruçar em como fazer luta em pandemia, precisamos da uma resposta para a sociedade que já está sofrendo horrores, e permanecer em resistência”. Conclui Costa

Já Lucinéia Durães da direção nacional do MST na Bahia, afirma “Nós estamos enfrentando um momento muito delicado e que requer um cuidado redobrado por nossa parte, para além do cuidado, a nossa missão continua sendo a pauta principal, produzir alimentos saúdaveis e matar a fome do povo, defender vacina gratuita para todas e todos, auxilio emergencial. Temos o cuidado de manter o vinculo com a base e cuidar dos assentados e acampados da reforma agrária, a nossa tarefa para o próximo período é gigantesca e se faz necessário, por isso a necessidade do encontro virtual”. Destaca Durães.

O Encontro estará acontecendo até o dia 28, a expectativa é que nesses três dias seja potencializado os momentos de formação, para que o estado da Bahia possa planejar os próximos passos do MST, visando sempre uma resposta ao povo brasileiro.

Fechar Menu