Famílias Sem Terra do Extremo Sul da Bahia celebram entrega de trator

Famílias Sem Terra do Extremo Sul da Bahia celebram entrega de trator

Por Coletivo de Comunicação do MST/BA

Entusiasmo, alegria e união foram as palavras que definiram a ação ocorrida neste domingo, (31) de maio, nas áreas dos Pré-Assentamentos Fabio Santos no município de Teixeira de Freitas e Hugo Chaves no município de Medeiro Netos, ambos no extremo sul da Bahia.

Ação organizada pelas próprias comunidades objetivando celebrar a entrega do trator, o qual é uma conquista a partir da emenda do Deputado Federal Valmir Assunção, instrumento fundamental para o desenvolvimento da produção agrícola nas áreas.

Tendo em vista que estamos vivendo um período complicado devido à pandemia, as atividades de entrega do trator, seguiu rigorosamente os cuidados estabelecido pelo Organização Mundial de Saúde (OMS). ” Desde o início da pandemia resolvemos fechar as nossas áreas para a nossa segurança, mas à produção precisava dar continuidade em nossas áreas, tendo em vista que 78% da alimentação que vai à mesa do brasileiro é produzida pela Agricultura Familiar, tomamos como encaminhamento que precisávamos fortalecer, e é isso que estamos fazendo, em isolamento, mas produzido alimentos saudáveis para nós e para à cidade. Diz David Pedrosa da Direção Estadual do MST.

Famílias Sem Terra do Extremo Sul da Bahia celebram entrega de tratorA atividade reuniu as famílias em área social, ao ar livre, respeitando todos os protocolos de segurança fundamentais para a preservação da saúde em virtude da pandemia: distanciamento, álcool em gel, e todos utilizando máscaras. Como tradição nas atividades do MST, ocorreu a mística Sem Terra trazendo consigo movimentos, expressões e elementos que simbolizam os sentimentos dos militantes do MST diante de cada conquista.

É tradição do movimento celebrar as conquistas alcançadas para as áreas de acampamento e assentamento, pois todas elas são frutos de luta, resistência, persistência, força e unidade organizativa.

Pré-Assentamento Fabio Santos

“Nós temos um povo nessa área que há 7 anos segue resistindo e produzindo alimentos, e que a partir de hoje, produzirá ainda mais com essa conquista” diz: Maristela Cunha – da Direção Estadual do MST.

Com essas palavras que as famílias do pré-Assentamento Fabio Santos, reafirmaram o compromisso em utilizar essa ferramenta para continuidade da Reforma Agrária, na produção de alimentos saudáveis, livre de agrotóxicos.

Ana Paula – coordenadora do Assentamento fala que, “Para nós hoje é um dia muito especial, especial pois estamos celebrando junto com personalidades importantes que contribuíram para que estivéssemos aqui nessa área e recebendo esse instrumento,” em seguida, fizeram o agradecimento ao parlamentar Valmir Assunção pelo compromisso com as famílias do Pré-Assentamento Fabio Santos, que têm apenas 5 meses que receberam o mapa dos lotes.

Animadas, as famílias encerram o ato com um agradecimento ao Deputado Federal Valmir Assunção que lutou para que tudo isso ocorresse e por todo o apoio ao longo de 7 anos. “Nós temos um povo nessa área que há 7 anos segue resistindo e produzindo alimentos, e que a partir de hoje, produzirá ainda mais com essa conquista, ” diz Maristela Cunha – direção estadual do MST.

Assentamento Hugo Chaves

No Assentamento foi realizado um almoço em comemoração a entregar do trator, o ato contou com a presença da Direção Regional do MST, Direção Estadual, Nacional e lideranças políticas como Vera Lúcia (Lucinha) – Secretaria Nacional dos Movimentos Populares do PT.

Em tempo difícil, darmos instrumento aos agricultores para produção de alimentos saudável é um motivo a mais para comemorar, agradecemos o nosso Deputado Federal por caminhar lado a lado conosco e compreender a importância investir no campo, diz o coordenador da área.

De acordo José (Zezinho), da Direção Estadual do MST, de acordo dados do ONU (Organização das Nações Unida), o setor agrícola no Brasil pode sofrer queda devido à pandemia, para ele é de suma importância darmos continuidade a produção de alimentos saudáveis em nossas áreas, é um compromisso nosso do MST, continuar fornecendo alimentação diária na mesa da população.

O MST segue sem nenhum passo atrás, e sim lutando dia após dia para que a Reforma Agrária seja feita, que a desigualdade deixe de ser uma realidade do Brasil, e que toda população consiga ter comida na mesa e que ela seja saudável.

Fechar Menu