Biografia: Marizete Oliveira Santos, sua história nos inspira

Educadora Marizete Oliveira dos Santos, nascida no dia 26 de junho de 1974, natural do município de Vereda - Bahia, irmã de 11 irmãos, graduada em Pedagogia, descarnou deste mundo celestial no dia 17 de março de 2016, vítima de infarto, quando havia chegado de uma atividade de luta das Mulheres Sem Terra. Ingressou no movimento em 2011, quando foi convidada a trabalhar na escola Municipal Antônio Conselheiro do Assentamento Rosinha do Prado. Logo, já estava envolvida com as atividades do MST, tinha uma proximidade com a terra, e amava a vida no campo.

MST realiza plenária Virtual de Mulheres, planta arvores e doa alimentos em toda a Bahia

De 08 a 14 de de Março de 2021, o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra realiza uma Jornada de Luta das Mulheres em todo o País. Na Bahia, essa segunda feira foi marcada por atos de solidariedade, preservação e recuperação da natureza, e debates por meio de plenária virtual, discutindo o tema: Mulheres pela a vida semeando a resistência, contra a fome é as violências.

Nota de Apoio ao MST da Bahia

Por Marília Lomanto Veloso - Advogada Bahia Para MST da Bahia em Solidariedade Surpresa, indignação e perplexidade foi o resultado das notícias trazidas no Instagram do MST, ao vivo, com…

MST lança nota pública

Por Crislane Santos e José Neto Para Voz do Movimento O Acampamento Carlos Marighella, localizado no antigo latifúndio Fazenda Dois Amigos vem a público repudiar o acordo trabalhista que tem…

Famílias Sem Terra do Pré-Assentamento Bela Manhã participam de Oficina de Alimentação Saudável

Agricultores Sem Terra do Pré-Assentamento Bela Manhã no município de Teixeira de Freitas, no Extremo Sul da Bahia, em parceria com Equipe Nutricionista do Departamento de Alimento Escolar da Secretaria de Educação do município, realizaram nessa segunda-feira (31/05) o Curso de “Legislação PNAE, Agroecologia e Prática em Branqueamento”. A Capacitação contou com a presença de cerca de 40 pessoas, seguido todas as orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Educação Sem Terra em tempo de pandemia

Na Bahia, 11.869 mil educandos estudam nas áreas dos assentamentos e acampamentos do MST. Durante a pandemia, ocasionada pelo coronavírus, esses estudantes estão participando de aulas na modalidade remota, com entrega de atividades semanais e quinzenais.

Famílias Sem Terra do Assentamento Antônio Araújo realizam colheita de cacau e cultivam mudas para campanha Nacional de Plantio de Árvores

As famílias do Assentamento Antônio Araújo, vêm se dividindo no trabalho coletivo para cuidar dos pés de cacaus presentes no assentamento, com a colheita, a poda e cultivo da semente. A atividade vem ocorrendo em núcleos pequenos devido à pandemia, mas, com o objetivo de continuar dando organicidade à área coletiva da produção do cacau.

Famílias do Acampamento Fábio Henrique no município de Prado/BA recebem atendimento na área da Saúde e na área Jurídica

No último domingo (23), um mutirão de saúde dos médicos Sem Terras foi dedicado especialmente à saúde das famílias do Assentamento Fabio Henrique, organizadas por meio da Brigada Joaquim Ribeiro no município de Prado, região do Extremo Sul da Bahia. O atendimento foi realizado pela Prefeitura de Prado (BA), em parceria com o Movimento dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais Sem Terra - MST.

Fechar Menu